Sobre internet e coisas impossíveis

Eu sempre fico encucada quando alguém me diz que alguma coisa é impossível de se fazer. Ora bolas, basta olhar ao seu redor para ver que praticamente nada é impossível.

Pousar na lua? Viajar de avião? A internet? Antes de tudo isso ser realizado você já imaginou quantas pessoas disseram que qualquer uma dessas coisas era impossível?

E o pior é que no nosso dia a dia não escutamos que alguma coisa é impossível para coisas realmente difíceis como navegar pelo espaço, mas sim para atos palpáveis e perfeitamente cabíveis. Conseguir aquele emprego? Conhecer o seu ídolo? Morar fora? Realizar um grande projeto? O que não falta é gente para dizer que não pode ser feito, é muito difícil, é impossível.

Porque estou falando sobre isso com vocês? Porque ultimamente estou pensando muito sobre a importância de ignorar todas essas pessoas que te dizem que as coisas não podem ser feitas. E que, se você tem um sonho, uma idéia ou é apaixonado por algum assunto, a internet pode ser uma das melhores ferramentas para realizar o impossível.

Vou compartilhar agora com vocês algumas coisas impossíveis que hoje são realidade, graças a força de vontade de seus idealizadores e do meio mais poderoso (e legal): a internet.

O poder dos blogs

BryanBoy, um garoto filipino que ama moda cria um blog. Muitas pessoas se identificam com seu blog, inclusive seu estilista favorito (e conhecido mundialmente), Marc Jacobs. Por conta dessa admiração, Marc Jacobs cria uma bolsa que leva o nome do Bryan, anúncios inspirados em suas fotos e, no último mês, envia para o BrianBoy uma caixa gigante, com presentes e mais presentes e uma correspondência escrita a mão para o blogueiro.

O poder dos vídeos

Matt Harding, um americano cansado de sua rotina resolve gastar todas suas economias em uma viagem pelo mundo. Em cada cidade, faz um vídeo onde aparece dançando e coloca no youtube, para manter sua família e amigos informados do seu paradeiro. O que acontece depois? Uma empresa de chicletes decide patrocinar o Matt e hoje em dia ele é pagoa para isso: viajar e dançar.

O poder de uma boa idéia

Alex Tew, um americano de 21 anos precisava pagar sua faculdade e então teve a idéia de criar um site de anúncios e vender cada pixel desse site por um dólar. De anúncio em anúncio, hoje Alex é um milionário.

Agora me diga: o seu sonho ou projeto é realmente impossível ou simplesmente requer dedicação e ação?

Espero que este post tenha sido inspirador e que vocês saiam por aí conquistando seus sonhos. De preferência com a ajuda da internet, pra gente acompanhar suas alegrias e pra servir de inspiração para as próximas idéias que virão.🙂

33 Respostas to “Sobre internet e coisas impossíveis”

  1. Bella Says:

    Com certeza! A internet criou um monte de oportunidades pra gente!
    Ja tem uma galera vivendo so de blogar e transformando isso numa profissao seria!
    Eu acho o maximo!😀

  2. Débora Says:

    Oi Lu. tudo bem?
    Sempre fiquei mais como observadora deste blog que tanto gosto e que já somam-se várias estrelinhas no meu google reader.
    Que engraçado, este post veio a calhar. Ontem mesmo estava refletindo sobre uma máxima que diz que toda pessoa antes de morrer deve ter um filho, plantar uma árvore e escrever um livro. As coisas já estão mudando. Começando pela árvore, hoje você não deve plantar uma, mas várias, pelo planeta e seu próprio bem estar. O filho eu continuo achando importante e o livro…bom, o livro virou blog! E isso eu acho o máximo, pois com o blog seu “livro” pode ir mais longe, alcançar o mundo e até os seus sonhos como você comenta neste post. Aprendo, dou risada, reflito e me emociono muito em alguns blogs, como é o caso do “Para Francisco” que conheci recentemente. E este seu post me emociona também, de uma outra forma, claro. E eu gostaria muito de criar um blog, mas quando penso em alguns assuntos que me interessam, já me pego visitando blogs maravilhosos justamente com “aquela” idéia genial. Mas ainda penso e penso e hoje, depois que li o que escreveu, resolvi pensar mais e não desistir desta minha meta pessoal!
    Um beijo,
    Débora

  3. Luiza Voll Says:

    Oi Débora!!

    Adorei o seu comentário e deixo um conselho: não desista de uma idéia só pq já existem outras parecidas. No meu caso por exemplo: sabe qtos blogs que divulgam links já existiam antes do Favoritos? Mais de um milhão!! Mas como eu sabia que compartilhar informação era a minha paixão segui em frente. Não pensando que o blog seria um sucesso, mas pensando que eu estaria fazendo o que gostava. Para mim, é isso o que importa. O que vier depois é lucro!

    Um beijo!!!

  4. Diana Says:

    esse poste fez meu dia ficar mais alegre. obrigada😀

  5. Ju Says:

    Existe uma frase que eu sempre lembro quando acho que algo não vai dar certo e ela, de certa forma, me faz seguir o caminho:
    “Sem saber que era impossível, ele foi lá e fez!”
    Eu acho genial isso!

  6. M.K. Says:

    A internet é realmente um meio poderoso para a criação de novas idéias… Mas o problema é que as pessoas não são originais. Depois da idéia genial que foi o site de um milhão de dólares, uma porrada de gente criou sites novos no mesmo estilo. Triste.

    o/

  7. Fernanda Says:

    PARABENS!!!!! Muito lindo!

  8. Leandro Says:

    Olá Afim de vender esse blog ?

    mande email leandrovd@hotmail.com

    Aguardo seu contato.

    Leandro

  9. Mi Müller Says:

    Báh adorei o post de hoje, sem dúvida o melhor favorito de todos é o Favoritos rsrsr
    estrelinhas coloridas…

  10. causaloiristica Says:

    Essas são provas que uma idéia, que muitos podem considerar boba, pode ir além do que imaginamos!😉

  11. tee Says:

    esse post feis eu ficar meio deprimido

  12. Eduardo Araújo Says:

    Eu tenho o feed desse site há tempos subscribed. Mas tenho que ver muita coisa, daí quase nunca comento. Mas tô aqui marcando presença.
    Eu adoro esse site, já vejo há tempo bom😀

  13. Rahel Says:

    O mesmo Jean Cocteau que é conhecido como autor da frase “sem saber que era impossível, ele foi lá e fez” também escreveu que “o discernimento consiste em saber até onde se pode ir.”

    Então é possível admitir que exista o impossível. O que não é possível, como próprio Jean Cocteau coloca, é nos barrarmos de tentar diante de pessimistas opiniões que taxam nossos sonhos com a pecha de “impossíveis”.

  14. Rahel Says:

    Aproveito esse post sensacional, filosófico inclusive, para lembrar de alguns exemplos, alguns grandes e outros bem, bem menores. Começo pelos menores, meu próprio exemplo.

    Recentemente, comecei meu primeiro blog [ http://rahnonimato.blogspot.com ] com o intuito de divulgar um projeto local baseado na experiência do Jay Carlson, no site The Plug [https://favoritos.wordpress.com/2008/04/02/ideia-incrivel]. O “Foto no Ponto” [http://rahnonimato.blogspot.com/2008/04/foto-na-parada.html] não foi muito longe, quem quiser acompanhar os motivos, basta ter vontade e paciência para ler os posts. O projeto não esbarrou no impossível, mas no discernimento necessário para se saber até onde se pode ir…

  15. Rahel Says:

    Uma idéia altamente bem sucedida foi a do Kyle McDonald que qualquer um pode acompanhar no blog [http://oneredpaperclip.blogspot.com]. Ele trocou um clipe de papel vermelho por uma casa com 14 trocas.

    Baseado nessa experiência, meu primo, Carl Winter, começou nos EUA um outro projeto: ele quer trocar dois peixes fedorentos e cinco pães por comida suficiente para alimentar 5000 pessoas. [http://2stinkyfish.blogspot.com]

    “Mas o problema é que as pessoas não são originais.”

    Tanto a idéia do Carl quanto meu projeto “Foto no Ponto” não idéias completamente originais. Foram idéias que evoluíram de outras. E passaram a ter uma certa originalidade pela localidade, por envolver outras pessoas, com pequenas mudanças e enfrentando o imprevisível “impossível”. Com discernimento é possível transpor barreiras e seguir criando, arquitetando…

  16. Rahel Says:

    (por fim)

    … eu e minha namorada coordenamos um projeto chamado fome29 [http://www.fome29.org.br]. Ele está baseado no “30HourFamine” [http://www.30hourfamine.org] e nesse sentido não é original. Mas é mais uma idéia que soma pela ação:

    Muitas vezes agir é a idéia mais original que se pode ter.

    .el Rahnônimo.

  17. Pitty Rebelo Says:

    Lu, parebéns pelo post ! Fiquei emocionada vendo o vídeo do Matt. Isso é a maior prova que sonhar vale à pena e realizar os sonhos requer coragem, dedicação e persistência !
    Você se supera a cada dia !
    Um grande beijo,
    Pitty

  18. Mariana Says:

    Obrigada por esse post maravilhoso
    Lindo e generoso

  19. Rahel Says:

    Parabéns mesmo! Esse post, como muitos outros, foi demais!

  20. Leandro Says:

    Dear, esse foi um dos seus melhores posts!
    Na boa, eu posso falar isso pois estou aqui desde o começo…

    Texto sensacional!
    Dá até vontade de criar mais um site! hahaha

    Beijo

    Leandro
    http://www.cozinhapequena.com

  21. Maria Lina Says:

    Ótimo post amiga.
    Um abraço
    Maria Lina

  22. fernanda Says:

    i heart bryan boy também. e i heart a internê. ô lugar bom de se viver, neám?!??
    falta mointo pra senhora vir pra cá e morar aqui? que a cada texto desse eu tenho mais vontade de ser sua amiga na vida real! =)

  23. Luis Marcelo Says:

    Caramba

    Esse post foi um susto, de tão bom. A gente se acostuma com a mesmice que vemos todo dia porque falar coisas simples e verdadeiras como você disse não é nada simples.

    ” …o seu sonho ou projeto é realmente impossível ou simplesmente requer dedicação e ação? ”

    Foi como ouvir carinhosamente uma amiga dizer olhando em nossos olhos, “Acorda, vamos lá!”

    valeu mesmo!

  24. Tina Says:

    Oi Luisa!

    Sensacional seu post e vem bem de encontro ao meu modo de pensar, que se reume no bom e velho ditado: Never give up your dreams !

    Eu sigo e sempre valeu a pena.

    Parabéns e obrigada por dividir com a gente os seus achados !

    beijo grande moça bonita!

  25. FNP Says:

    http://www.ainvencaodapalavra.blogspot.com

    começou a odisseia do blogue que aspira a ser o melhor e o maior em poesia nacional ou estrangeira, mas toda na nossa língua mãe.

  26. Ingrid Says:

    Nossa…me emocionou muito!!
    vinha voltando da faculdade hoje e (faço arquitetura)pensando se eu realmente realizaria meu sonho: quero ser uma grande arquiteta!!
    e vinha pensando se eu tinha realmente talento…se ia conseguir…poxa esse post me fez te confiança de novo!! obrigada!!
    olha que entrar no seu blog foi a primeira coisa que eu fiz!! destino…sera?kkkkkkk
    adorei!!

  27. Ana Helena Miranda Says:

    Inspirador seu post Luisa! OBRIGADA!!!!!!
    Bjão

  28. Blog da Escritora Elaine Paiva - Blogando com o Favoritos Says:

    […] favoritos.wordpress.com Popularity: unranked [?]SHARETHIS.addEntry({ title: “Blogando com o Favoritos”, url: […]

  29. Loiana Says:

    Aaaaaaahh… que post lindo !! É isso ai Luiza.

    Isso melembrou a história:
    Tinha um prof. de educação artística (muito bom ele) que uma vez falou: “Dizem que na net tem tudo, eu fui procurar foto de tal artista e não encontrei, nem tudo tem na internet!”
    Eu não pude acreditar… procurei,procurei e achei umas 8 fotos… rsrs.
    Ficou uma lição de vida:
    “Você pode encontrar tudo, só tem que saber procurar.”

  30. flávia d. Says:

    lindo post!!! ;”)

  31. Nadja Says:

    Luíza. Esse post foi maravilhoso e refletiu a pessoa espontânea e inteligente que você é. Encorajar os outros é fácil, mas poucas pessoas fazem tão bem. E você conseguiu de forma direta, simples e dou o meu sincero parabéns.
    Ao meu lado eu tenho, graças a Deus, a minha irmã Fernanda que me dá aquela força e ontem estavámos conversando sobre essas pessoas que vivem dizendo que as coisas são impossíveis ou difíceis. Sabe como ela as chama? De “vampiras” e não tem outro nome. A avalanche de pessimismo é grande e boa parte das pessoas não sabem enxergar a vida sem ser como uma realidade nua, crua e sem esperança. Falam do país, do marido, dos familiares que não dão incentivo e passam a vida inteira praticando seu esporte preferido. Lamentar. E desse esporte eu quero distância.

    Beijos.

  32. Luciana Says:

    love from home.

  33. Valéria Says:

    Adorei. Acho que o poder de realizar as coisas está dentro da gente mesmo. A internet é realmente um mundo ainda a ser explorado.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: